STEPAN na Meia de NY

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

STEPAN na Meia de NY

Mensagem  Tecnico Fabinho em Qua Jul 23, 2008 12:46 pm

Stepan,

Faça todos os relatos e comentários referentes a Meia de NY!!!

Estamos todos torcendo para você fazer uma excelente prova!!!

Aproveite muito a viagem...

Técnico Fabinho

Tecnico Fabinho
FINDER FORUM

Mensagens : 127
Data de inscrição : 27/11/2007
Idade : 35

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Muito Boa Sorte !

Mensagem  Robinho em Qua Jul 23, 2008 1:17 pm

Stepoulos,

Lhe desejo uma ótima viagem e uma prova SENSACIONAL, com direito à Dança do Stepan no final !!!

Estaremos na torcida.....

Grande abraço !!!!!!!! afro

Robinho
FINDER FORUM

Mensagens : 89
Data de inscrição : 24/11/2007
Idade : 35
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: STEPAN na Meia de NY

Mensagem  Tecnico Fabinho em Seg Jul 28, 2008 11:02 am

Dé,

Parabéns cara... você realmente mereceu este resultado... conseguiu fazer uma Meia excelente abaixo de 5'00 por km.

Abaixo vão as suas parciais da Meia de NY... Fez uma prova muito boa passando os 15 para 4'51 por km e depois deve ter cansado um pouco subindo para quase 5 por km nos últimos 6 km e mantendo o ritmo de 4'54 por km no final da prova... Excelente resultado!!!!!

ANDRÉ STEPAN

MEIA DE NY 2008 5 km / 10 km / 15 km / 20 km / MEIA
Tempo 00:24:45 / 00:48:52 / 01:12:43 / 01:38:03 / 01:43:31
Ritmo 00:04:57 / 00:04:53 / 00:04:51 / 00:04:54 / 00:04:54


Quando possivel poste as suas sensações e um relato aqui!

Grande abraço...

Tecnico Fabinho
FINDER FORUM

Mensagens : 127
Data de inscrição : 27/11/2007
Idade : 35

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

RELATO DA MEIA MARATONA DE NOVA YORK

Mensagem  andrestepan em Seg Ago 04, 2008 4:04 pm

Pessoal, vou começar este relato pelo que é costumeiramente o final. Tamanha a minha satisfação com o resultado que não poderia iniciar de outra maneira, não fosse pelos agradecimentos. Gostaria de dizer obrigado mais uma vez por todo o maravilhoso trabalho feito pela equipe técnica da FIND (Fabinho, Fernando, Bombom, Marcia, Mayara, Bruno, Pedro, Eluan e Joelma) e pelo grande apoio dado durante todo o período de preparação pelos amigos Felipe, Julio, Robson, Piero, Celinho, Peter, Régis, Gerson, Ronaldo, Nathalia, Ana Lúcia e demais. Sem vocês, este capítulo marcante na minha história de corredor certamente não seria escrito. VALEU!

Voltando ao começo... Não da prova (ainda), mas da preparação. O marco inicial para a Meia Maratona de Nova York foi o Revezamento Bertioga-Maresias. O dia mágico, vivido ao lado dos amigos de Find Folia e coroado com o inesquecível terceiro lugar (meu primeiro pódio), foi essencial para me conscientizar de vez que, sem esforço, não há vitória. O meu desempenho, por uma série de motivos que já foram citados anteriormente deixou um pouco a desejar na ocasião, e decidi buscar definitivamente uma vida mais adequada para quem gostaria de evoluir no asfalto.

Com bons conselhos de amigos (citados no primeiro parágrafo) e ótimas planilhas de corrida e musculação passadas pelo Fabinho, rodava quatro vezes, fazia dois treinos de musculação e descansava apenas um dia na semana. Aliando uma alimentação mais balanceada e diminuindo a quantidade de bebida alcóolica consumida, os resultados nos treinamentos não demoraram a aparecer. Eu estava me sentindo realmente mais leve e alcançando mais velocidade a cada treinamento.

Antes de embarcar, a única preocupação era a temperatura no dia da prova. Consultando alguns sites de previsão do tempo ainda no Brasil, verifiquei que a média em Nova York estava atingindo picos de 29oC, algo que não havia enfrentado durante o período de preparação. O sonho de fazer a prova para 1h45min estava começando a se transformar em algo impossível e passei a trabalhar com a idéia positiva de fechar entre 1h47min e 1h48min.

Chegando em Nova York, a primeira impressão sobre a temperatura não poderia ser pior. Ao contrário de São Paulo, o clima estava bastante úmido e quente. No único treino antes da prova que fiz na cidade (no Central Park), percebi que não seria nada fácil superar os 21.1K no tempo previsto e, consequentemente, quebrar o meu recorde pessoal. No entanto, havia uma esperança: a previsão indicava chuva para o final da tarde do domingo. O negócio, então, foi começar a torcer para que ela viesse antes - ou melhor, logo pela manhã.

Em uma dessas andanças pela cidade, fui buscar o kit da corrida. Na estrutura montada em um bonito espaço atrás da Nike Town, famosa e imensa loja da Nike, poucas eram as novidades e apenas sete ou oito estandes estavam expostos. Certamente pela prova ter um patrocinador exclusivo (a própria Nike), só os produtos da marca estavam à venda. Mesmo assim, pude perceber, mais uma vez, a capacidade dos norte-americanos em explorar o merchandising da melhor maneira possível em cima de grandes eventos, pois uma vasta variedade de produtos oficiais licenciados estava à venda. Além disso, o atleta norte-americano Dathan Ritzenhein, que disputará a Maratona nos Jogos de Pequim, estava realizando uma sessão de autógrafos e aproveitei para tirar uma foto com ele. Para fechar esse capítulo, a retirada da camiseta, chip e número de peito foi perfeita e rápida, sem nenhuma confusão ou fila.

Finalmente, a noite anterior à prova. Estava ansioso e não via a hora de começar a correr. Acessei a internet e ao ler as mensagens de incetivo no site da Find fiquei realmente emocionado. Foi sensacional e serviram de motivação extra naquele momento. Depois de uma noite mal dormida, acordei às 04h30 para tomar café-da-manhã. Ao descer na recepção, pedi para chamarem um taxi e, ao olhar pra rua, uma surpresa: começava a chover!

Cheguei rapidamente ao local da largada, mas a área ainda não estava aberta aos corredores por conta da forte chuva. Procurei abrigo embaixo de um toldo de entrada de um prédio e fiquei por lá até 06h30 (meia hora antes da largada), quando a chuva parou. Ao entrar no Central Park para procurar a minha posição de largada, fui recepcionado por dezenas de voluntários com mensagens de incentivo e alguns copos d'água à disposição.

Um rápido aquecimento e um alongamento sem-vergonha e... hora da largada! Após o discurso do prefeito de Nova York, começamos a correr com uma temperatura agradável (21oC), mas com uma umidade de 90%. Dentro do Central Park, foi disputada a primeira metade da prova. Os dois primeiros quilômetros foram apertados e ficou difícil imprimir um ritmo mais forte. Dali pra frente, o único adversário foi o percurso desnivelado. Dentro do Parque, rodamos a maior parte do tempo em subidas ou descidas leves. Os trechos planos era raríssimos.

Saindo do Central Park, passamos a Times Square, que abriga, sem dúvida, a parte mais divertida do percurso. Muita gente apoiando (o que quase não existia no Central Park), bandas animando os corredores e muitos atrativos visuais. Da Times Square para a Sétima Avenida, foi como mudar da água para o vinho. O trecho, apesar de plano, era vazio e feio, com quase nenhum atrativo. Aliando o cansaço das subidas e descidas do Central Park com a monotonia daquele instante, a prova, que até então era levada com certa tranquilidade por mim, passou a ser dura nos últimos cinco quilômetros.

Com uma média inferior aos primeiros 15K, senti bastante cansaço na última parte. Mas a possibilidade de fazer um tempo ainda melhor do que a primeira otimista previsão (1h45min) era possível. Lutei contra o cansaço e consegui cruzar a linha de chegada, localizada no Battery Park, em 1h43min31, baixando o meu recorde pessoal em mais de seis minutos. A emoção tomou conta depois da prova e ficou claríssimo que, sem dedicação, não há vitória. Posso dizer que esta prova, assim como o Revezamente Bertioga-Maresias foi um divisor de águas na minha história de corredor e tenho que agradecer todos vocês por isso. Muito obrigado!

Antes de terminar, alguns pontos importantes que faltaram: até o quilômetro 15, os postos de hidratação aconteceram, distribuindo água e gatorade em copos abertos, de 3K em 3K. No quilômetro 15, havia um posto de carboidrato em gel e, nos seis últimos quilômetros, os postos de hidratação passaram a acontecer de 1,5K em 1,5K. Na saída do Central Park, os voluntários distribuíram buchas molhadas e geladas para refrescar.

Na chegada, recebemos, além de frutas, toalhas molhadas para refrescar o corpo, pretzels e copos de whey protein. A medalha foi retirada sem fila e banheiros limpinhos estavam à disposição. O sistema de guarda-volumes também funcionou perfeitamente numa corrida em que largada e chegada aconteceram em lugares diferentes e distantes.

Bom pessoal, é isso. Desculpem ter escrito bastante (e com certo atraso), mas quis detalhar todos os pontos e só tive tempo agora.

Obrigado por tudo!

Até a próxima.

andrestepan
FINDER FORUM

Mensagens : 19
Data de inscrição : 05/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: STEPAN na Meia de NY

Mensagem  Tecnico Fabinho em Ter Ago 05, 2008 12:41 pm

Ae Stepan...

Adorei o seu relato!

Deve ter sido uma experiência fantastica de vivênciar tantas coisas bacanas e ainda bater seu recorde pessoal... Parabéns! Não somente pela sua vitória pessoal, mas pela sua determinação em querer vencer e priorizar os treinos deixando de lado diversas coisas (como a cerveja... hehehe) para conquistar esta Meia de forma tão extraordinária.

Abraços,

Fabinho

Tecnico Fabinho
FINDER FORUM

Mensagens : 127
Data de inscrição : 27/11/2007
Idade : 35

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: STEPAN na Meia de NY

Mensagem  sotrate em Qua Ago 06, 2008 11:50 am

Gente ...

Só uma dúvida ... não rolou uma dancinha no final ??

Parabéns cara

Abraços

sotrate

Mensagens : 21
Data de inscrição : 09/05/2008
Idade : 40

Ver perfil do usuário http://www.pbase.com/sotrate

Voltar ao Topo Ir em baixo

STEPAN... na meia de NY

Mensagem  joelma em Qua Ago 06, 2008 11:55 pm

Que relato emocionante!!! mais uma vez PARABÉNS... cheers cheers cheers cheers

joelma
FINDER FORUM

Mensagens : 85
Data de inscrição : 23/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Eh a Dança do Stepan

Mensagem  andrestepan em Qui Ago 07, 2008 2:41 pm

Para sanar a dúvida existente: fiz a Dança do Stepan em diversas oportunidades, inclusive após o final da Meia Maratona. Além de Nova York, o ritmo também já é febre em Praga, na Repúbica Tcheca.

Eh a Dança do Stepan.

andrestepan
FINDER FORUM

Mensagens : 19
Data de inscrição : 05/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: STEPAN na Meia de NY

Mensagem  Tecnico Fabinho em Sex Ago 08, 2008 4:06 pm

KKKKKKKKKKKKKKKKK

Cuidado com a Checa que a checa te pega!!!

Hehehehe...

Tecnico Fabinho
FINDER FORUM

Mensagens : 127
Data de inscrição : 27/11/2007
Idade : 35

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: STEPAN na Meia de NY

Mensagem  andrestepan em Seg Ago 11, 2008 2:02 pm

Hahahahahahahahaha. Boa.

andrestepan
FINDER FORUM

Mensagens : 19
Data de inscrição : 05/12/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: STEPAN na Meia de NY

Mensagem  Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 3:18 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum