Relação entre vitaminas, minerais e antioxidantes

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Relação entre vitaminas, minerais e antioxidantes

Mensagem  Tecnico Fabinho em Qua Jul 30, 2008 12:28 pm

Relação entre vitaminas, minerais e antioxidantes
por Dra. Tatyana Dall Agnol


Muitos esportistas e atletas desejam saber se o exercício aumenta as suas necessidades vitamínicas e de minerais. Estudos sugerem que as recomendações de ingestão diária para algumas vitaminas e minerais poderiam ser baixas para atletas. Mas isto não significa que você deva ingerir mega doses destes nutrientes, pois doses muito elevadas podem ocasionar toxicidade e outros efeitos indesejáveis. Além disso, alguns destes nutrientes não cumprem sua função isoladamente e, portanto, requerem adequada associação para ingestão.

O que aconselho é que os maratonistas tentem , primeiramente, garantir uma dieta diária balanceada que provêem vitaminas e minerais e outros nutrientes e somente após uma avaliação dietética, complementem sua ingestão alimentar com suplementos de vitaminas e minerais, uma vez, que os mesmos não são substitutos alimentares.

Antioxidantes x Atletas Maratonistas

Antioxidantes como as vitaminas C, E e b-caroteno e o mineral Selênio protegem as células e os tecidos através da neutralização dos efeitos danosos de radicais livres( produzidos pelo exercício, poluição, cigarro e outros ).

A ingestão de alimentos fontes destas vitaminas e minerais ou o consumo adequado de suplementos de vitaminas e minerais pode significar menor dano ao tecido muscular, uma recuperação pós exercício e uma resposta imune mais eficientes, bem como, prevenir algumas doenças crônicas como as doenças cardiovasculares

Vitamina C

Poucos nutrientes tem atraído tanto interesse científico e popular como a vitamina C.

A vitamina C tem importante papel nos mecanismos antioxidantes e no aumento da resistência à infecções.

Em estudo realizado com 2006 indivíduos, foi determinado o efeito da poluição nos níveis de vitaminas e os resultados demonstraram os efeitos prejudiciais de poluentes nas concentrações sanguíneas.Constatou-se , por exemplo, baixas concentrações de vitamina C no plasma em indivíduos expostos à substâncias que aumentam a produção de radicais livres como: ozônio, fumaça produzida pelo cigarro, etc.

Outro recente estudo levantou que a administração de 0,5g de vitamina C proporcionaram melhora significativa na força do quadríceps de atletas, porém doses muito elevadas ( acima de 2g) não demonstraram melhora significativa na força ou resistência.

É importante deixar claro que ainda não são conclusivos os debates em torno das doses seguras de vitamina C para atletas. Portanto, o mais seguro ainda é garantir pelo menos o dobro das recomendações (120mg) através da alimentação, e uma vez que existe uma variedade de frutas e verduras que proporcionam quantidades razoáveis deste nutriente esta tarefa torna-se mais fácil.

Veja quem são os campeões em Vitamina C:

Alimento,Medida Caseira,Quantidade de vitamina C:
Goiaba 1 unidade média 370 mg;
Acerola 1 unidade média 164 mg;
Mamão 1 unidade média 143 mg;
Laranja 1 unidade média 84 mg;
Pimentão 1 unidade média 77 mg;
Abacaxi 1 fatia média 46 mg;
Tomate 1 unidade média 23 mg;
Maracuja 1 unidade média 13 mg;
Limonada 1 unidade média 8 mg;
Morango 1 unidade média 8 mg.

Tecnico Fabinho
FINDER FORUM

Mensagens : 127
Data de inscrição : 27/11/2007
Idade : 35

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum